Skip to main content

Notícias

No passado dia 12 de Janeiro de 2024, o ILIND promoveu uma sessão de esclarecimentos sobre o Concurso de Projetos em todos os Domínios Científicos, financiado pela FCT.
Esta sessão,  teve como objetivo a apresentação geral deste concurso, e destacar as particularidades das duas tipologias de Projetos PeX e IC&DT a concurso. A apresentação foi realizada pelo gestor de ciência Simão Luz, e contou com a presença de 120 investigadores, em formato online.

O programa Seed Funding ILIND, tem como objetivo apoiar e premiar atividades e projetos que reforcem a capacidade de investigação e inovação dos estabelecimentos de ensino Lusófona, considerando a importância de apoiar a investigação e o desenvolvimento, a par com a adoção generalizada de práticas que reforcem a interdisciplinaridade e cruzamento de experiências entre áreas do saber, que constituem vetores fundamentais do desenvolvimento futuro que é essencial apoiar e sedimentar.

 

No próximo dia 16 de janeiro, às 14h00, irá ocorrer no Auditório Agostinho da Silva a 2ª edição do evento Criar Ciência e Fazer inovação made in Lusófona.

Os concursos para as Bolsas Fulbright, para o ano letivo 2024/25, decorrem de 1 de dezembro de 2023 a 31 de janeiro de 2024. A Comissão Fulbright, que foi criada em 1960 por acordo diplomático assinado entre o Governo Português e o Governo dos Estados Unidos da América, administra o Programa Fulbright de intercâmbio educacional, em Portugal.

Investigadores do Laboratório Deep Tech Lab da Universidade Lusófona - Centro Universitário Lisboa, estão a desenvolver um projeto que visa a produção de energia elétrica através das moléculas de água presentes no ar. Os cientistas desenvolveram um protótipo, o qual tem na sua constituição placas de nano-materiais altamente porosos, que absorvem a humidade atmosférica. O calor gerado pela absorção é, posteriormente, convertido em energia elétrica.

Já se encontra disponível o Relatório Anual da Universidade Lusófona. Segundo o Artigo 159.º da Lei n.o 62/2007, as instituições de ensino superior aprovam e fazem publicar um relatório anual consolidado sobre as suas atividades, acompanhado dos pareceres e deliberações dos órgãos competentes. Como tal, no pretérito dia 23 de novembro a Universidade Lusófona divulgou o relatório anual da instituição.

A Universidade Lusófona integra mais uma vez o Top 10 de Universidades com estudantes mais empreendedores, segundo o "Portugal’s Entrepreneurial University Ranking 2023", da Startup Portugal, ocupando o mesmo lugar de 2022, mas denotando uma incrível subida no número de Alumni fundadores, passando de 16 em 2022 para 46 em 2023.
📣 1.ª edição do FCT-Tenure com 1000 vagas para a contratação de investigadores doutorandos exclusivamente para posições permanentes. Este programa permitirá tanto a integração de doutorados na carreira de investigação, como na carreira docente. O novo instrumento de financiamento da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) terá uma periodicidade bienal e duas edições já previstas. A presente edição prevê a abertura de até 1000 posições, prevendo-se a abertura de 400 posições adicionais na edição de 2025. Saiba Mais Aqui: https://lnkd.in/dV7mn7Qr
Três investigadores do COPELABS encontram-se classificados entre os investigadores mais influentes do mundo, de acordo com uma base de dados criada pela revista Plos Biology. O estudo realizado na Universidade de Stanford, nos EUA, é publicado anualmente e avalia os investigadores em duas perspetivas diferentes: uma que avalia os cientistas pelo impacto de citação ao longo da carreira e outra que avalia os cientistas pelo impacto de um único ano até ao final de 2020.

Os prémios "Melhor prática pedagógica inovadora" e “Boas Práticas de Investigação no Ensino”, do Programa FAZER+ têm como objetivo dar apoio ao desenvolvimento e implementação de práticas pedagógicas inovadoras que incentivem a experimentação e o trabalho transversal e em grupo em unidades curriculares de qualquer ciclo de formação, assim como estimular o desenvolvimento de atividades de investigação de excelência entre o corpo de docentes e investigadores das IES abrangidas. Procedeu-se à avaliação e ordenação de todas as candidaturas submetidas, conforme o Regulamento da 4ª Edição do Programa Fazer +, considerando-se os seguintes vencedores aos quais será atribuído financiamento. Parabéns aos vencedores!